Notícias

eSocial – Quais as vantagens para o empregador?

eSocial blog 2

Recentemente um empresário me perguntou se esse “troço” de eSocial ia trazer alguma vantagem para o empregador ou só para o Governo? Fiquei pensando nas respostas prontas que a gente tem escutado nas palestras ou lido nos artigos disponíveis sobre o tema, como:

– O eSocial vai reduzir o tempo de entrega com a unificação das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais.

– Vai organizar sua empresa e evitar autuação por conta de erros ou ocultação das informações prestadas para o Governo.

– Vai melhor a performance das rotinas da administração de pessoal e Saúde e Segurança do Trabalho, uma vez que essas áreas irão trabalhar em conjunto para o atendimento às exigências do eSocial e muitos outros ganhos que a empresa e o empregado terão quando tudo isso tiver funcionando de forma natural.

Mas na verdade, não comentei nada disso e respondi com uma outra pergunta:

“E que tipo de desvantagem, você empresário, acha que sua empresa terá para atender as exigências do eSocial?”

Ele respondeu: “É mais uma onda do governo para ferrar com as empresas e tirar dinheiro dos contribuintes para pagar os rombos deixados pela corrupção no Brasil.”

É fato que muitos empresários estão odiando o eSocial antes mesmo de saber que vantagens sua empresa terá com esse novo formato de entrega para o Governo de suas mais de 40 micro declarações referentes às suas obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas.

Acho que ninguém tem mais dúvidas de que, criar o  SPED (Sistemas de Escrituração Pública Digital) de um modo geral, foi uma grande sacada do governo para ter mais controle sobre todas as operações de uma empresa, e sendo o eSocial um processo que vai modernizar a fiscalização trabalhista, a razão que tem levado os empresários a se sentirem na obrigação de investir, e  diga-se de passagem, com bastante relutância, na preparação de sua empresa para atendimento ao eSocial, tem se resumido em não querer correr riscos com autuação por conta das fiscalizações retroativas aos últimos 5 anos da empresa, caso não cumpram com os prazos definidos. Sem esquecer que a fiscalização será através de cruzamentos eletrônicos, o que incrementará ainda mais a capacidade fiscalizatória do Governo.

Vale comentar que o eSocial é o tipo de processo que não se delega a responsabilidade para o contador da empresa. Os empresários precisam investir na capacitação de sua equipe do Departamento de Pessoal para proceder com as devidas manutenções das informações, identificação e correção de erros, envio de dados corretamente, e no prazo devido, para o ambiente do Governo. Além disso, é necessário investir em um bom sistema de RH para ter a inteligência dessas ferramentas como instrumento de apoio ao atendimento de todas essas exigências. Sem uma boa solução de RH, que acompanhe de forma sistemática toda a evolução do eSocial, é muito provável que sua empresa não irá cumprir com os prazos estabelecidos de entrega das informações para o ambiente do Governo, mesmo que tenha investido na capacitação da equipe ou em consultoria de apoio.

E você empresário pode se perguntar:

Qual é a minha parte nesse processo enquanto empregador?

– Dê apoio à sua equipe de administração de pessoal e invista na capacitação desse time;

– Dê o exemplo e siga com os processos para ajudar sua equipe a cumprir os prazos de entrega das obrigações. Afinal, a multa pelo não cumprimento dos prazos quem irá pagar é o empregador;

– Não jogue toda a responsabilidade do atendimento ao eSocial para seu contador;

– Exija de seu fornecedor de software de RH que a solução seja mais inteligente e esteja sempre atualizada com as constantes mudanças e que integre todas as informações exigidas pelo eSocial, incluindo a área de Saúde e Segurança do Trabalho;

E o que o Governo realmente espera com a adoção do eSocial pelas empresas?

Uma vez que os dados são informados para o ambiente do eSocial, e serão validados no momento em que são recebidos, o grande objetivo do Governo com esse processo é a redução da inadimplência nas obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas.

Mas e as multas pelas não conformidades de envio?

Vai variar de R$ 201,27 a R$ 181.284,63, a depender do tipo de informação que deixou de ser enviada.

Que tal? Vai encarar?

Então meu amigo empresário, eSocial é um caminho sem volta, e como já disse a Professora Zenaide Carvalho, expert no tema, o empresário não tem que amar o eSocial, ele só precisa se preparar para cumprir com mais essa obrigação!

Se você tem dificuldades em se preparar para o eSocial e não sabe por onde começar, entre em contato conosco e saiba como funciona nossa consultoria enxuta para o eSocial. Facilidade e apoio para entregar o eSocial no tempo certo, evitando as multas. (98) 2108-5050 ou  comercial@csa-ma.com.br

 


Gecilene Mesquita é Pós graduada em Marketing Digital pela FGV e Diretora Comercial da CSA Consultoria, com mais de 20 anos de experiência na área de consultoria empresarial voltada para tecnologia.